HOW TO LOVE

As vezes as coisas não saem bem como imaginamos, as vezes o destino nos reserva surpresas.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Capítulo 6 - Recompença

-MUITO LEGAL? VOCÊ ACHA MESMO QUE ELES VÃO ARRUMAR A SALA?
-Vamos dar um voto de confiança - eu sorri
Até parece que eu estava ligando pra Selena e pro Nick na sala, acho que a Demi não se tocou que eu queria chegar na parte do estamos sozinhos. Acho que ela não me curte muito, mas eu pretendo causar um efeito nela. Ela estava encostada na paredinha, com os cotovelos na bancada. Então eu tirei minha camisa. Ela não parava de olhar pra mim:
-O que foi? Alguma coisa errada, demi? -passei a mão no meu peitoral
-É..hm..nada. Porque tirou a camisa?
-Pra colocar o avental
-Ah sim, claro.
Ela começou a olhar pro chão.
-Então, o que você vai preparar pra gente comer?
-A dona da casa é você!
-Mas eu sou péssima na cozinha.
-Ok, então fica aí paradinha que eu faço a pipoca e o brigadeiro.
-BRIGADEIRO? EU AMO BRIGADEIRO!
-Eu já sabia, você falou no mercado kkkkkkk
-aé. Nossa, Joey, valeu mesmo, eu adoro brigadeiro
-Quero uma recompensa.
-Recompensa? Pelo quê?
-Pelo brigadeiro que vou fazer pra você.
-O que você quer de "recompensa"?
Eu andei em direção a ela, olhei dentro dos olhos dela e sorri
-Eu quero um beijo.
-UM BEIJO?
-É só pra me agradecer. -eu fui chegando bem perto dela, coloquei meus braços em volta da cintura dela e colei nossos corpos, a respiração dela estava acelerada- só um beijo -cochichei- só um.
Eu colei nossas testas e ficamos nos olhando, ela colocou a mão nas minhas costas, então eu a beijei. Era um beijo de amor. Iamos acelerando o ritmo do beijo, mexendo nossos rostos em sincronia. Sem parar de me beijar ela desceu a mão até o nó do avental, desmanchou e ele caiu no chão. Então ela subiu a mão até a minha nuca. Eu já estava sem fôlego até que..

Nenhum comentário:

Postar um comentário